terça-feira, 27 de dezembro de 2016

BREVIÁRIO DIGITAL (XLVII) - ANNE DE BRETAGNE (VIII)

LIVRO DE ORAÇÕES DE ANNE DE BRETAGNE* (1477 - 1514) - PARTE VIII

* esposa de dois reis sucessivos da França, Charles VII e Luís XII

AUTORIA DAS ILUMINURAS: JEAN POYER 


I.31 - O Arcanjo Gabriel: O arcanjo é representado com asas e uma faixa dourada cruzando suas vestes, segurando um cetro encimado por uma flor-de-lis. A iluminura faz referência ao papel do arcanjo na salvação da humanidade, no momento da Encarnação, e como ponderador das almas, no Juízo Final.


I.32 - Santo Huberto e a Visão Milagrosa entre os Cornos de um Veado: Huberto era um nobre do século VII-VIII que, numa certa sexta-feira santa, tendo ido a uma caçada em detrimento das cerimônias religiosas daquela data, deparou-se de repente com um veado de imponentes chifres, entre os quais se formou milagrosamente a imagem de um crucifixo. Caindo em adoração diante da visão (evento representado na iluminura), o nobre medieval converteu-se totalmente e, mais tarde, tornou-se bispo da Igreja Católica. É o santo patrono dos caçadores e invocado nas curas da raiva e das mordidas de cães.


I.33 - A Coroa de Espinhos do Salvador: na penúltima iluminura da série, Poyer retrata dois anjos seguram a coroa de espinhos de Jesus, poderoso símbolo da Paixão e Morte do Senhor. A rainha Anne dedicava uma particular e especial devoção à Coroa de Espinhos do Senhor.


I.34 - O príncipe Charles-Orland em oração: a última iluminura da série mostra Charles-Orland, filho primogênito da rainha Anne de Bretagne e do rei Charles VIII. O príncipe é retratado com a idade de 12 anos e ajoelhado em oração, implorando sabedoria a Deus para um dia ocupar o trono, que é mostrado vazio atrás dele. A oração é parte integrante da iluminura e foi composta especialmente para o pequeno príncipe por Anne, para que fosse aprendida por ele mais tarde, mais ou menos com esta idade. Infelizmente o príncipe nunca chegou a aprendê-la, pois morreu logo após completar o seu terceiro aniversário.