sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

BREVIÁRIO DIGITAL (XLV) - - ANNE DE BRETAGNE (VI)

LIVRO DE ORAÇÕES DE ANNE DE BRETAGNE* (1477 - 1514) - PARTE VI

* esposa de dois reis sucessivos da França, Charles VII e Luís XII

AUTORIA DAS ILUMINURAS: JEAN POYER 


I.23 - Santa Maria Madalena Lavando os Pés de Cristo: A miniatura mostra Cristo sentado à mesa de Simão, o fariseu, conversando com o seu anfitrião. Sob a mesa, Maria Madalena lava os pés do Senhor com as suas lágrimas, secando-os em seguida com os cabelos e, depois de beijá-los, inclina-se diante deles em reverente devoção. Para expressar a humildade da serva do Senhor, Poyer coloca Maria Madalena inteiramente sob a mesa, quase prostrada ao chão e com o rosto praticamente escondido. 


I.24 - Santa Catarina Confundindo os Filósofos: Santa Catarina de Alexandria, a padroeira do ensino e da educação, é mostrada utilizando-se de sua sabedoria e inteligência para converter ao cristianismo cinquenta filósofos que foram convocados especialmente para convencer a santa dos erros de sua fé cristã. Tal representação, pela exposição e convencimento das verdades da fé cristã, é totalmente inovador em relação à iconografia clássica da santa, usualmente associada a uma roda serrilhada, símbolo do seu instrumento de martírio.


I.25 - Santa Margarida e o Dragão: Santa Margarida da Antioquia, a exemplo de Santa Úrsula e Santa Catarina de Alexandria, faz parte dos chamados 14 santos auxiliares da Igreja, assim chamados porque são comumente invocados pelos cristãos em casos de necessidades especiais (no caso desta santa mártir, para favorecer um bom parto ou para afastar as tentações diabólicas). Na miniatura, Santa Margarida é representada em pureza e libertada do ventre de um grande dragão, forma que teria sido assumida por satanás para engolir a santa.   


I.26 - São João Evangelista aos Pés da Cruz: Cristo morto e descido da cruz, sem a coroa de espinhos que está deposta ao chão, é representado recolhido nos braços da Sua Mãe e amparado por São João Evangelista, tendo ao fundo o cenário do Calvário. A dor da Virgem é acentuada pela sua expressão de sofrimento e os braços cruzados diante do peito. Ao lado da Virgem, Santa Maria Madalena reza de joelhos e com as mãos postas. A oração que está associada à miniatura é a única de toda a obra escrita em francês, tendo sido composta especialmente para Anne.