terça-feira, 29 de janeiro de 2013

ORAÇÕES DE SÃO TOMÁS DE AQUINO

São Tomás de Aquino nasceu por volta de 1225, filho de uma família da alta nobreza italiana da Sicília e  faleceu na Abadia de Fossanova, em 7 de março de 1274, antes de completar cinqüenta anos de idade. Suas relíquias foram transportadas para Toulouse em 28 de janeiro de 1369, data em que a Igreja Universal celebra sua memória. Neste espaço, já publicamos a 'Oração para Antes dos Estudos' de São Tomás de Aquino e agora apresentamos outras duas orações do chamado 'Doutor Angélico' da Santa Igreja.


São Tomás de Aquino (1225 - 1274)

ORAÇÃO UNIVERSAL

CREDO DOMINE! SED CREDAM FIRMIUS.SPERO DOMINE! SED SPEREM SECURIUS. AMO DOMINE! SED AMEN ARDENTIUS . DOLEO DOMINE! SED DOLEAM VEHEMENTIUS.
CREIO, SENHOR, ESPERO, AMO, ARREPENDO-ME; DAI-ME PORÉM FÉ MAIS FIRME, ESPERANÇA MAIS SEGURA, AMOR MAIS ARDENTE, PESAR MAIS PROFUNDO.
ADORO TE , UT PRIMUM PRINCIPIUM: DESIDERO, UT FINEM ULTIMUM; LAUDO, UT BENEFACTOREM PERPETUUM: INVOCO, UT DEFENSOREM PROPITIUM.
EU VOS ADORO, PRIMEIRO PRINCÍPIO; EU VOS DESEJO, FIM ÚLTIMO; EU VOS LOUVO. BENFEITOR PERPÉTUO; EU VOS INVOCO, PROPÍCIO DEFENSOR.
TUA ME SAPIENTIA DIRIGE: JUSTITIA CONTINE: CLEMENTIA SOLARE: POTENCIA PROTEGE.
SEJA MINHA LUZ VOSSA SABEDORIA, MINHA REGRA VOSSA JUSTIÇA, MEU CONSOLO VOSSA CLEMÊNCIA, MEU AMPARO VOSSA ONIPOTÊNCIA.
OFFERO TIBI DEUS COGITANDA, UT SINT AD TE:
DICENDA, UT SINT DE TE:
FACIENDA, UT SINT SECUNDUM TE: FERENDA, UT SINT PROPTER TE.
SEJAM , SENHOR, MEUS PENSAMENTOS SÓ EM VÓS,
MEUS DISCURSOS SÓ DE VÓS,
MEUS ATOS A VÓS CONFORMES,
MINHAS PENAS POR VÓS SOFRIDAS.
VOLO, QUOD VIS: VOLO QUIA VIS : VOLO, QUOMODO VIS: VOLO QUANDIU VIS.
QUERO O QUE VÓS QUEREIS, PORQUE QUEREIS, COMO QUEREIS, QUANDO QUEREIS.
ORO DOMINE ! INTELLECTUM ILLUMINES: VOLUMTATEM INFLAMES:
CORPUS EMUNDES:
ANIMAM SANCTIFICES.
ROGO-VOS SENHOR!  ALUMIAI-ME O ENTENDIMENTO, INCENDIAI-ME A VONTADE, PURIFICAI-ME O CORPO, SANTIFICAI-ME A ALMA.
A SUPERBIA NON INFICIAR;
ADULATIONE NON AFFICIAR; A MUNDO NON DECIPIAR; A SATANA NON CIRCUNVENIAR.
NÃO ME EIVE A SOBERBA, NÃO ME AFEIÇOE A LISONJA, NÃO ME ENGANE O MUNDO, NÃO ME ENREDE SATANÁS.
GRATIAM PRAESTA MEMORIAM PURGANTI, LINGUAM FRENANDI OCULOS COHIBENDI SENSUS COERCENDI.
VENHA VOSSA GRAÇA LIMPAR-ME A MEMÓRIA, REFREAR-ME A LÍNGUA, GUARDAR-ME OS OLHOS, CONTER-ME OS SENTIDOS
DEFLEAM PRAETERITAS INIQUITATES: REPELLAM FUTURAS TENTATIONES: CORRIGAM VITIOSAS PROPENSIONES: EXCOLAM IDONEAS VIRTUTES.
FAZEI-ME CHORAR OS PECADOS PASSADOS, REPELIR AS FUTURAS TENTAÇÕES, REPRIMIR AS MÁS INCLINAÇÕES, PRATICAR AS NECESSÁRIAS VIRTUDES.
TRIBUE MIHI BONE DEUS AMOREM TUI: ODIUM MEI : ZELUM PROXIMI: CONTEMPTUM MUNDI.
CONCEDEI-ME, DEUS, DE BONDADE, O AMOR DE VÓS , O ÓDIO DE MIM, O ZELO PELO PRÓXIMO, O DESPREZO DO MUNDO.
STUDEAM SUPERIORIBUS OBDIRE: INFERIORIBUS SUBVENIRE: AMICIS CONSULERE: INIMICIS PARCERE
PROPONHO OBEDECER AOS SUPERIORES, AJUDAR OS INFERIORES, CUIDAR DOS AMIGOS, PERDOAR OS INIMIGOS.
MEMINERIM, O JESU, MANDATI TUI ET EXEMPLI, INIMICOS DILIGENDO, INJURIAS SUFFERENDO, PERSEQUENTIBUS BENEFACIENDO, PRO CALUMNIATORIBUS ORANDO.
LEMBRAR-ME-EI , SENHOR JESUS , DE VOSSA ORDEM E EXEMPLO, PARA AMAR OS INIMIGOS, SOFRER AS INJÚRIAS, BEM QUERER AOS QUE ME PERSEGUEM, ORAR PELOS QUE ME DETRATAM.
VINCAM VOLUPTATEM AUSTERITATE: AVARITIAM LARGITATE: IRACUDIAM LENITATE: TEPIDITATEM PEITATE.
FAZEI-ME MODERAR OS SENTIDOS COM A AUSTERIDADE, A AVAREZA COM A ESMOLA, A IRA COM A BRANDURA, A TIBIEZA COM A DEVOÇÃO.
REDDE ME PRUDENTEM IN CONSILIIS: CONSTANTEM IN PERICULIS: PATIENTEM IN ADVERSIS : HUMILEM IN PROSPERIS.
TORNAI-ME PRUDENTE NAS EMPRESAS, CONSTANTE NOS PERIGOS, PACIENTE NA DESGRAÇA, RECATADO NA PROSPERIDADE.
FAC DOMINE, UT SIM IN ORATIONE ATTENTUS: IN EPULIS SOBRIUS : IN MUNERE SEDULUS IN PROPOSITO FIRMUS.
FAZEI-ME , SENHOR, ATENTO NA ORAÇÃO, SÓBRIO NO ALIMENTO, DILIGENTE NAS OBRIGAÇÕES, FIRME NOS PROPÓSITOS.
SANCTIMONIAM ASSEQUAR SINCERA PECCATORUM CONFESSIONE, FERVIDA CORPORIS CHRISTI COMMUNIONE, CONTINUA MENTIS RECOLLECTIONE, PURA CORDIS INTENTIONE.
ESPERO SANTIFICAR-ME COM A SINCERA CONFISSÃO, COMUNHÃO FERVOROSA, CONTÍNUO RECOLHIMENTO E PUREZA DE INTENÇÃO.
DISCAM A TE , DEUS, QUAM TENUE, QUOD TERRENUM: QUAM GRANDE, QUOD DIVINUM : QUAM BREVE, QUOD TEMPORANEUM: QUAM DURABILE, QUOD AETERNUM.
ENSINAI-ME, SENHOR , QUÃO PEQUENO É O QUE É DA TERRA, QUÃO GRANDE É O QUE É DE DEUS, QUÃO BREVE É O TEMPO, QUÃO DILATADA É A ETERNIDADE.
DA, MORTEM PRAEVENIAM: JUDICIUM PERTIMEAM: INFERNUM EFFUGIAM: PARADISUM OBTINEAM.
PER CHRISTUM DOMINUM NOSTRUM. AMEN.

CONCEDEI-ME, QUE ME PREPARE PARA A MORTE, TEMA O JUÍZO, EVITE O INFERNO, ADENTRE O PARAÍSO.
POR CRISTO SENHOR NOSSO. AMÉM. 


ADORO TE DEVOTE


1. Adoro te devote, latens Deitas,
Quae sub his figuris vere latitas
Tibi se cor meum totum subjicit
Quia te contemplans totum deficit.

1. Eu vos adoro devotamente, ó Divindade escondida
Que verdadeiramente oculta-se sob estas aparências,
A Vós, meu coração submete-se todo por inteiro,
Porque, vos contemplando, tudo desfalece.

2. Visus, tactus, gustus in te fallitur,
Sed auditu solo tuto creditur
Credo quidquid dixit Dei Filius
Nil hoc verbo veritatis verius.

2. A vista, o tato, o gosto falham com relação a Vós
Mas, somente em vos ouvir em tudo creio.
Creio em tudo aquilo que disse o Filho de Deus,
Nada mais verdadeiro que esta Palavra de Verdade.

3. In cruce latebat sola Deitas,
At hic latet simul et humanitas
Ambo tamen credens atque confitens,
Peto quod petivit latro paenitens.

3. Na cruz, estava oculta somente a vossa Divindade,
Mas aqui, oculta-se também a vossa Humanidade.
Eu, contudo, crendo e professando ambas,
Peço aquilo que pediu o ladrão arrependido.

4. Plagas, sicut Thomas, non intueor
Deus tamen meum te confiteor
Fac me tibi semper magis credere,
In te spem habere, te diligere.

4. Não vejo, como Tomé, as vossas chagas
Entretanto, vos confesso meu Senhor e meu Deus
Faça que eu sempre creia mais em Vós,
Em vós esperar e vos amar.

5. O memoriale mortis Domini,
Panis vivus vitam praestans homini,
Praesta meae menti de te vivere,
Et te illi semper dulce sapere.

5. Ó memorial da morte do Senhor,
Pão vivo que dá vida aos homens,
Faça que minha alma viva de Vós,
E que a ela seja sempre doce este saber.

6. Pie pellicane Jesu Domine,
Me immundum munda tuo sanguine,
Cujus una stilla salvum facere
Totum mundum quit ab omni scelere.

6. Senhor Jesus, bondoso pelicano,
Lava-me, eu que sou imundo, em teu sangue
Pois que uma única gota faz salvar
Todo o mundo e apagar todo pecado.

7. Jesu, quem velatum nunc aspicio,
Oro fiat illud quod tam sitio
Ut te revelata cernens facie,
Visu sim beatus tuae gloriae. Amen.

7. Ó Jesus, que velado agora vejo,
Peço que se realize aquilo que tanto desejo
Que eu veja claramente vossa face revelada
Que eu seja feliz contemplando a vossa glória. Amém.