sexta-feira, 19 de julho de 2019

OREMUS (200)

A sequência completa destes pensamentos e reflexões é publicada diariamente na Página OREMUS na Biblioteca Digital deste blog.

19 DE JULHO

Adhortamini invicem! [animai-vos mutuamente! (Hb 3,13)]

Este é o conselho que o Apóstolo nos dá ut non obduretur quis ex vobis fallacia peccati [para que nenhum de vós seja obscurecido pela sedução do pecado (Hb 3, 13)]. Sempre, em toda parte, eu devo realizar o apostolado do bom exemplo. E se esse apostolado deve atingir a todos, de um modo especial deve ele chegar aos meus colegas de sacerdócio. Eles têm direito ao meu bom exemplo.

Não os posso desanimar, contagiando-os com o meu pessimismo, com o meu espírito negativo, que tudo censura e destrói. Não lhes devo ser uma pedra no caminho, com certas ideias ou hábitos que mais pregam a tibieza do que o fervor. Com a palavra e com o exemplo, tenho que ser um estímulo para todos.

Não posso ignorar que os mais novos, e menos experientes, olham para mim como para um modelo. Com minha tibieza, eu poderia contribuir para que eles não fossem o que deveriam ser. Vale também para mim aquela palavra: confirma fratres tuos [fortalece os teus irmãos (Lc 22, 32)]. Será esse o fruto do meu bom exemplo. A caridade, a discrição, o zelo, a obediência, o desapego, enfim, o fervor, eis o que eu desejo ver nos meus colegas e o que eles também querem ver em mim. Timeamus, ne forte relicta pollicitatione introeundi in requiem eius, existimetur aliqui ex vobis deesse [embora subsista a promessa de entrar no seu repouso, cuidemos para que alguns não sejam excluídos (Hb 4,1)].

(Oremus — Pensamentos para a Meditação de Todos os Dias, do Pe. Isac Lorena, 1963, com complementos de trechos traduzidos do latim pelo autor do blog).