sábado, 19 de outubro de 2013

O PENSAMENTO VIVO DE CHESTERTON




"Para salvar o homem, Deus quis a Igreja como uma locomotiva, e não como um vagão extraído da opinião pública. O Povo de Deus deve ser como um barco a motor que navega contra a corrente dos fáceis instintos, e não uma balsa, cheia de gente, que a corrente impetuosa arrasta para a cachoeira".




"Quando o homem deixa de acreditar em Deus, poder-se-ia pensar que ele não acredita em mais nada. Mas não é assim: quando deixa de acreditar em Deus, está pronto para acreditar no primeiro que aparece, nos ovnis, nos gurus, nas seitas espíritas, nos magos, e está pronto para adorar Satanás".